Resenha comparativa: Óleo Extraordinário Elséve versões original (cabelos mistos), cabelos ressecados e cabelos com frizz

Resenha comparativa: Óleo Extraordinário Elséve versões original (cabelos mistos), cabelos ressecados e cabelos com frizz


Desde que a Elséve lançou o primeiro Óleo Extraordinário virei viciada usuária fiel e nunca mais fiquei sem ele. Por mais que alterne com outros óleos e reparadores, sempre tenho um vidro em casa, porque adoro o efeito que ele dá à cabeleira 🙂

Ano passado foram lançados os irmãos do queridinho, versões pra cabelos com frizz, ressecados e lisos. E fui experimentando alguns deles. Falta apenas o de cabelos lisos, que futuramente ainda irei. Por hora farei uma resenha comparativa dos que já usei 😉

DSC03549 (1024x768)

A diferença entre os três, visualmente falando, é ínfima. Esse pra cabelos ressecados eu comprei por engano, achando que era o original. Peguei com pressa na prateleira e como a tarja do rótulo é quase igual à do original, não vi e acabei levando. Só notei na hora de usar, achei meio estranho e lendo o rótulo percebi o engano… Acabou sendo bom, porque meu cabelo estava precisando de algo como ele 😛

A versão pra cabelos lisos tem tarja pink, o pra cabelos com fizz é verde e o original é dourada. Gosto muito da embalagem, resistente e com uma válvula pump que pode ser travada. A quantidade liberada é a ideal para passar nos cabelos por partes, o que evita que alguma parte receba mais produto que outra.

As descrições oficiais, segundo o site da Élséve:

Versão para cabelos com frizz: “Com a inovadora tecnologia Geleia Disciplinante, essa fórmula sem silicone é capaz de controlar o cabelo mais difícil de domar. Cabelos disciplinados e toque deslumbrante a qualquer hora do dia. Especialmente desenvolvido para o cabelo das brasileiras”

Versão para cabelos ressecados: “Hidratação intensa e toque deslumbrante. Cabelos incrivelmente macios e nutridos com apenas algumas gotas.”

Original (cabelos mistos): “Uma fórmula inovadora, capaz de resgatar a vitalidade dos cabelos mistos. Absorção imediata para cabelos hidratados, leves e com brilho irresistível.”

DSC03559 (1024x825)

Agora algumas comparações:

  • A textura: o original é o mais fluido dos três. O de cabelos ressecados é um pouco mais espesso. O pra cabelos com frizz, como é uma geleia, é o mais diferente. Lembra mesmo uma geleia bem rala, e é levemente grudento nas mãos. Mas não deixa o cabelo grudado, entendem? Acho que essa textura é o que ajuda a segurar mais o frizz, será?
  • A fragrância: praticamente igual nos três, e muito gostosa. Sendo muito observadora, dá pra notar que o de cabelos ressecados possui o perfume um pouco mais acentuado. Dá pra sentir mais tempo nos cabelos do que os outros. Mesmo assim, nada que chegue a me incomodar.
  • Aplicação e efeito: o original dá pra usar tranquilamente com os cabelos secos, molhados, úmidos, do jeito que você quiser, que não fica pesado nem oleoso. Dá brilho, maciez, e fica cheiroso, lindo e tudo mais. Com os outros dois é preciso certa cautela

O de cabelos ressecados exige certa parcimônia na aplicação, principalmente nos cabelos secos. Eu, por exemplo, uso 2 ou no máximo 3 pumps no meu cabelo todo. Mais do que isso fica pesadão. Em contrapartida, coloco 2 pumps na máscara de hidratação ou aplico direto no cabelo (comprimento e principalmente pontas) depois do xampu e antes do condicionador e é só alegria 😀 Também é uma boa opção pra hidratar antes da lavagem, principalmente se seu cabelo estiver castigado por químicas. Dá pra sentir ele mais hidratado, sabe? O xampu não vai agredir tanto e depois você pode fazer uma hidratação sem medo de ser feliz, que fica brilhoso e macio 😀

O de cabelos com frizz achei o mais chatinho de usar. Talvez porque eu nem tenha muito frizz ou coisa do tipo. Fato é que você deve passar pouco. Sério, vá com calma, sentindo do que seu cabelo precisa. O meu, por exemplo, fica feliz com 2 pumps e só. Mais do que isso e ele fica meio colado. Essa versão é minha favorita pra passar antes de escovar ou pranchar os fios, porque reduz o frizz, claro, e dá brilho. Pras moças de cabelos cacheados ou de cabelos finos (daqueles que qualquer ventinho já faz o caos), deve ser uma ótima aposta. Mas, de novo, aplique com atenção das primeiras vezes pra saber qual a quantidade ideal pro seu caso. Confesso que da primeira vez que usei, passei a mesma quantidade que uso da versão original e ficou uma droga. Corri pra lavar no mesmo dia. Detestei, até que dei outra chance e fui observando qual a melhor quantidade 😉

Resumindo, algumas maneiras de usar o óleo extraórdinário (teoricamente, todas as versões podem ser usadas assim, mas como já disse antes, algumas se saem melhor que outras em certos casos. O original é o mais versátil de todos):

  • Pra turbinar sua hidratação: 1 ou 2 pumps, dependendo do seu tipo de cabelo, na máscara capilar, aplique e deixe agir no tempo habitual. Eu gosto de deixar uns 15 minutos, sempre que posso!
  • Pra hidratar antes da lavagem: aplique no comprimento e pontas, sem medo de deixar o cabelo pesado. Deixe uns 30 minutos e lave normalmente. É muito bom pra cabelos fragilizados, com química e tingidos, pois o xampu não vai agredir tanto, desbota menos no caso dos tingidos.
  • Antes da escova ou chapinha: vocês todos sabem que não pode fazer nenhuma dessas coisas sem proteger os cabelitchos antes, né?
  • Pra finalizar depois da escova ou chapinha: dar aquele up nas pontas, deixar brilhoso, ryco, divo, cheiroso. Não exagere na quantidade, hein!
  • Finalizador sem fonte de calor: pra quem deixa o cabelo secar ao natural, pode passar nos fios úmidos, pra ajudar a desembaraçar e pentear, e depois deixar a natureza fazer a sua parte 😉

DSC03566 (1024x768)

Em fotos não consegui captar a diferença de textura deles, mas aí está a versão pra cabelos ressecados. Todos são assim, transparentes 😉

No site da Elséve tem uma página dedicada ao Óleo Extraordinário, com várias dicas de uso, vídeos e informações adicionais.

A composição de cada um:

PhotoGrid_1390414138687
De cima para baixo: versão pra cabelos ressecados, versão pra cabelos com frizz e versão original

Paguei aproximadamente R$25,00 reais em cada vidrinho dos que eu tenho. Vale a pena pesquisar, porque já vi por aí custando de R$24,90 a R$29,90! Com certeza comprarei novamente alguma das versões, dependendo da necessidade dos meus cabelos. Compensa porque rende bastante, e tem variados usos.

Mais alguém tem? Gostou? Tem alguma outra sugestão de uso? Quero saber nos comentários 😉

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha comparativa: Óleo Extraordinário Elséve versões original (cabelos mistos), cabelos ressecados e cabelos com frizz

  1. Eu uso esse óleo, mas não prestei atenção ainda de qual eu comprei…kkkk hoje que percebi que tem vários diferentes, mas acho que todos que usei foi o universal… vou experimentar os outros para ver como fica, mas eu amo de paixão, meus cabelos ficam extremamente macios, cheirosos e sedosos, amoooooooooooo….

    Curtir

Deixe aqui seu comentário ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s